AO VIVO: 
3710-4949     9978-7885

02/05/2012 - Atualizado em 02/05/2012 17:30
Sine de Lajeado tem 300 vagas em aberto
Auri Heisser, coordenador do SINE (Sistema Nacional de Emprego) de Lajeado.

Com o índice de 5% de desemprego no Rio Grande do Sul, o momento é de estabilidade na área trabalhista gaúcha. Segundo o coordenador do Sine (Sistema Nacional de Emprego) de Lajeado, Auri Heisser, a realidade converge também com o Vale do Taquari. Na unidade lajeadense, atualmente existem 300 vagas de emprego e pouca mão de obra para suprir a demanda. A maior motivação disso, segundo ele, é a falta de qualificação técnica e intelectual das pessoas. Por outro, em alguns casos os empregadores oferecem baixos salários que não empolgam os postulantes aos cargos. Heisser cita que a produção industrial é a área que mais necessita de preenchimento de vagas, e no que se refere à construção civil, há ofertas permanentes de emprego. 

Um dos incentivos para uma melhoria na qualificação profissional é o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), detacado por Heisser. O Pronatec está sendo desenvolvido em Lajeado com 900 vagas disponibilizadas para cursos de qualificação profissional com duração de 160 a 400 horas de aula, ministrados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). O Pronatec integra o Plano Brasil Sem Miséria, do Governo Federal, e foi integrado pelo Governo de Lajeado em março deste ano.

 

veja também

 

Escreva seu comentário
Aceito os termos e condiçães         Exibir meu email         Exibir meu nome
Enviar