por data de: 
até: 
Ouça a matéria do repórter Eduardo Eggers.
Exibições: 767
Avaliação:
ITENS RELACIONADOS
PANORAMA 18/04/2014
Vereador pretende dinamizar cobrança do rotativo em Lajeado
A proposta é de que os cobradores iniciem os trabalhos 30 minutos mais cedo.
PANORAMA 07/03/2014
1ª Conferência Municipal da Educação é lançada em Lajeado
As ações culminarão no Plano Municipal de Educação.
PANORAMA 21/02/2014
50 mil visitantes são esperados na ExpoCruzeiro
Ao todo serão 160 estandes, dos quais, restam pouco mais de 30 a serem comercializados.
PANORAMA 04/02/2014
Governo do Estado e Banrisul ofertam linha de crédito aos empreendedores
Programa Giro Turismo Banrisul financia até R$ 50 mil.
PANORAMA 28/01/2014
Moradores clamam por segurança na Barra do Forqueta
Preocupação é com série de arrombamentos e roubos que vem ocorrendo com maior incidência desde novembro.
+ ACESSADAS
POLÍCIA 09/09/2014
Homem se enforca dentro da igreja católica matriz de Estrela
- Chapas de aço se desprendem e caem de caminhão na RSC-453 em Estrela. - Passageiro de veículo é preso por posse irregular de arma de fogo - Prefeitura de Encantado abre sindicância para apurar acidente com motorista de ambulância embriagado. - Acusado de envolvimento em homicídio é preso no bairro Olarias.
POLÍCIA 02/09/2014
Homem morre em acidente na BR-386 em Pouso Novo
- Acidente de trânsito na BR-386 em Tio Hugo revela motorista embriagado. - Acidente no Centro de Lajeado deixa veículos danificados. - Suspeito de envolvimento em roubo a cargas de cigarro é preso em Tabaí. - Mulher é atropelada por moto na Via Láctea em Teutônia.
UNIDADE MÓVEL 02/09/2014
Agricultor relata ataque de leão em Bom Retiro do Sul
Duas situações ocorreram em Barra do Silva Jorge.
POLÍCIA 11/09/2014
Bandidos e policiais trocam tiros entre Muçum e Roca Sales
- Acidente entre moto e carro deixa um ferido na Rota do Sol. - CRBM de Taquari prende homem por embriaguez ao volante. - Automóvel capota na BR-386 em Estrela. - Residência é alvo de roubo no São Cristóvão.
POLÍCIA 10/09/2014
Acidente deixou trânsito lento entre o Moinhos D`Água e São Bento
- Operação Leite Compen$ado prende três pela manutenção da fraude do leite em Teutônia. - Gato é alvejado a tiros de arma e pressão no bairro São Bento. - Acidente deixa motoboy ferido no bairro São Cristóvão. - Acusado de envolvimento em homicídio é preso no bairro Olarias.

PANORAMA 18/12/2012
Última atualização: 18/12/2012 às 10:38
Prefeito e vice eleitos de Colinas não recebem diploma em cerimônia da 21ª Zona Eleitoral

A cerimônia de diplomação dos eleitos na 21ª Zona Eleitoral foi realizada ontem à noite na Soges, em Estrela. No total, 59 eleitos, entre vereadores, primeiros suplentes de cada partido, prefeitos e vices, foram diplomados. Eles são dos municípios de Estrela, Fazenda Vilanova, Bom Retiro do Sul e Colinas. Não receberam o documento o prefeito reeleito de Colinas, Gilberto Keller, e o vice eleito, Marcelo Schroer, ambos do PMDB.

O fato foi consequência do pedido de suspensão da diplomação, solicitada pelo Ministério Público, através do promotor Daniel Cozza Bruno, e deferida pelo juiz eleitoral de Estrela, Rodrigo de Azevedo Bortoli. Cabe recurso da decisão.

Nesta segunda-feira, o promotor concedeu entrevista coletiva. Ele informou que ajuizou no último sábado, dia 15, ação de investigação judicial e eleitoral para cassar o registro ou o diploma dos dois eleitos, além da vereadora eleita Ana Cristina Kohler (PMDB), que foi diplomada ontem à noite, e da secretária da Saúde e primeira dama, Cristiane Keller, caso venha a se candidatar a algum cargo eletivo.

A cassação, conforme o promotor, não tem relação com a suposta cobrança de procedimentos médicos via Sistema Único de Saúde (SUS). “Esse caso é analisado no processo criminal, que tramita na 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado. A ação eleitoral possui 13 fatos, que ainda não podem ser divulgados pois o caso corre em segredo de justiça”, explica. Bruno afirma que as ilicitudes teriam sido cometidas nas secretarias de Saúde, Assistência Social e Habitação e de Obras.

O processo, segundo o promotor, é baseado em abuso de poder político, captação ilícita de sufrágio e condutas vedadas. “Entre as situações, estão utilizações de bens e servidores públicos para fins de campanha”, esclarece o promotor. A pena, em caso de condenação, é de oito anos de inelegibilidade e multa.

O caso é analisado pela Justiça Eleitoral de Estrela. O juiz acredita que o julgamento ocorra no início do próximo ano. EE

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário.
 
 
Comente esta matéria:
Nome:
Cidade:
Email:
  Exibir meu email Exibir meu nome
Notificar quando outra pessoa também comentar este artigo
Aceito os termos e condições

 

Direitos Reservados para Radio Independente AM 950
Av. Alberto Muller, 242 - Alto do Parque - Lajeado - RS - CEP: 95900-000
Telefone: (51) 3710 4900 - Torpedos: (51) 9978 7885