AO VIVO: 
3710-4949     9978-7885

04/10/2012 - Atualizado em 04/10/2012 17:39
Dia Nacional de Adoção de Animais é comemorado com aumento das doações em Estrela

Comemora-se no dia 4 de outubro o Dia Nacional de Adotar um Animal, assim como o Dia de São Francisco de Assis, protetor dos animais. Conforme Elisandra Pedroso, integrante da Associação Estrelense de Proteção aos Animais (AEPA), foi realizado no dia 30 desfile beneficente em prol dos animais, e durante o ano vários eventos são feitos para divulgação dos animais da ONG e para promover a sua adoção. A entidade, que completou seis anos, tem parceria com a prefeitura de Estrela, que ajuda com renda mensal.

Conforme Elisandra, ligações informando maus tratos e abandono de animais são feitas com frequência. De cada dez cachorros, apenas dois são adotados. A entidade possui cerca de 50 cães e 30 gatos. Vinte gatos e dez cães estão na casa de um casal, que ajuda na organização e limpeza da ONG. Não há, segundo Elisandra, local adequado para tratar os animais debilitados, e estes só podem ser adotados se forem muito bem cuidados. A prioridade da entidade é recolher mães com filhotes, animais maltratados ou doentes. Geralmente são adotados cães, e doados filhotes de baixo porte.

Há projetos para ampliação das baias, do local e de castração dos animais, segundo a integrante da associação.

Luiza Portz, tecnóloga em gestão ambiental da Secretaria do Meio Ambiente de Estrela, cita que o município tem um canil onde há 59 animais. A média mensal de denúncias chega a 30,5, e a de adoção, apenas 10,7 por mês. Animais novos não estão mais sendo permitidos por falta de espaço. Luiza sabe que grande parte dos animais velhos e com doenças não serão doados.

A tecnóloga cita que animais são doados somente para maiores de idade, e que na hora são recolhidos CPF e RG. Além disso, quem adotar deve preencher ficha com termo de responsabilidade. Após a adoção, são realizadas visitas para acompanhamento ao animal e ao dono.

Luiza explica que as doações aumentaram em 2012, e que as pessoas estão mais conscientizadas em relação a largar e maltratar seus animais.

Os filhotes encontrados são encaminhados diretamente para uma lista de espera ou para uma feira. O objetivo é que eles não cheguem a ficar no canil.

Fotos de todos os animais instalados na ONG podem ser conferidas pelo perfil no Facebook, e mais informações podem ser obtidas através dos fones (51) 9250 3085 e 9241 3218 ou pela Secretaria do Meio Ambiente, através do número (51) 3981 1044. CL

 

veja também

 

Escreva seu comentário
Aceito os termos e condiçães         Exibir meu email         Exibir meu nome
Enviar